Lageado

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eu só queria era viver e morrar no interior
Ver as galinhas e o sapo loucutor
Tirar leite da vaca quando amanhece-se o dia
Se pisase na lordida eu gritaria

Mas eu não sei se a Maria do Relento ia aguentar
Nesse deserto sem leite pra tomar

Acreditava nas histórias que o pai contava
E eu sabia que isso não dava em nada!

Quando pintava a noite eu queria me esconder
Tinha medo do saci-pererê
Mais tinha o primo Mazo q queria me ajudar
A não temer o velho Boitatá

Existe uma pessoa que eu posso cofiar
Meu tio Geraldo ninguem tem nada a falar
Mas vamos logo embora que isso ta ficando mal
Vamos pra casa do meu tio coloral!

Las canciones más vistas de

Maria do Relento en Octubre