Carlos Alberto

Lama

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Lama

Se quiser fumar, eu fumo
Se quiser beber, eu bebo
Não interessa a ninguém
Se o meu passado foi lama

Hoje quem me difama
Viveu na lama também
Comendo a mesma comida
Bebendo a mesma bebida

Respirando o mesmo ar
E hoje por ciúme ou por despeito
Achar-se com o direito
De querer me humilhar

Quem és tu, quem foste tu
Não és nada
Se na vida fui errado
Tu foste errada também

Não compreendeste meu sacrifício
Sorriste do meu suplício
Me trocando por alguém
Se eu errei, se pequei, não importa

Se aos teus olhos, eu estou morto
Pra mim, morreste também

Canciones más vistas de