Guto

Laranja Mecânica

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

As luzes se apagam
Repentinamente
Na relatividade do passado
Em um fato contrário

Fêmeas nervosas e assexuadas
Machos no cio flertam
A laranja amarela e verde
Que a fumaçaça deteve

Em enfeites de banquete
A vida supérflua
Nos trás `a tona
Suspira o doce aroma

Na sala toda de azul
A vida passa mesma cegueira
Por pouco quase completa
A máquina de história aquarela

A polpa e o sumo amargo
De uma laranja mecânica
Vida que corre nas veias
Beijos histéricos das feias.