Justos e Justificados

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eis o soberbo!
Sua alma não é reta nele;
mas o justo viverá pela sua fé.
Hab 2:4

todavia, o meu justo
viverá pela fé; e:
Se retroceder,
nele não se compraz
a minha alma.
Heb 10:38

Em ambos os textos
se faz referência ao justo.
E quem é justo
para o Senhor,
senão somente aquele
que pratica a justiça
revelada na Palavra de Deus.

É para este propósito
que o crente é justificado
pela fé em Cristo.

Daí o apóstolo ter afirmado:

Oferecei-vos a Deus,
como ressurretos dentre os mortos,
e os vossos membros, a Deus,
como instrumentos de justiça.

E, uma vez
libertados do pecado,
fostes feitos servos da justiça.

Como Deus poderia
se comprazer,
se agradar do crente,
quando ele anda
de modo contrário à verdade
revelada nas Escrituras?

Como poderia aprovar
tal comportamento?

O que Deus espera
de uma mãe
em relação a seus filhos,
senão que seja exemplo para eles
e lhes ensine
a caminhar na justiça do evangelho.

Isto demandará sobretudo
que os corrija, discipline
e repreenda,
segundo a doutrina
da Palavra de Deus.

Em suma, ela deve se esforçar
através da oração e do ensino,
até ver Cristo formado neles.

Este é o principal aspecto
Da prática justiça
que Deus espera ver
numa mãe que é crente.

O mesmo se aplica
aos deveres dos esposos,
dos filhos, dos líderes, dos servos.

O crente não recua na fé
para a perdição da alma.
Mas se diz que,
Deus não se compraz nele,
caso venha a recuar,
ou seja, a não perseverar
na prática da Palavra,
pois foi justificado
para ser justo,
para viver pela fé
na verdade e na justiça.

Daí nosso Senhor afirmar
no Sermão do Monte
que são bem-aventurados
os que têm fome e sede de justiça.

Estes são saciados por Deus
em sua fome e sede
para poderem viver
segundo o padrão da justiça divina.

Las canciones más vistas de

O Evangelho da Cruz en Septiembre