Lados

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

As pedras caem
Mas sem forças pra quebrar
O velho inimigo da coragem

As portas abrem
Mas sem pernas pra entrar
Eu fujo do caminho da verdade

Os olhos mentem
Mas sem conseguir choras
Se perdem por ouvir tanta bobagem

E as veias sentem
Mas sem sangue pra pulsar
Esperam até que um dia tudo irá morrer

As horas passam
Mas sem tempo pra curar
A dor que anda ao lado das lembranças

Os corpos calam
Sem poderem se tocar
Agem com o pudor de uma criança

As cordas gritam
Sem poderes pra falar
Temem enganar o próprio peito

Os lados seguem
Cada um pro seu lugar
Esperam até que um dia tudo ira morrer

E a noite chega
Mas sem sonhos pra dormid
Eu tenho consertar os erros
E a razão me deixa
Sentimentos a fluir
Mas o medo é mais forte que eu...


Autor(es): Bruno Ellery