Chespirito

Legalzinha A Sua Roupa

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Legalzinha a sua roupa
Que roupinha mutcho loca
Nela tudo é remendado
Não vale nenhum centavo
Mas agrada a quem olhar!

Eu sou o famoso Chaves
Todos dizem que só faço trapalhadas
Que faço tremer as bases
Com as minhas peraltices preparadas

Reclamam a todo instante
Dizem que sou mais espaçoso que um trem
Que eu sou azucrinante
E que tão chato como eu não há ninguém!

Dizem que sou endiabrado
Ser comportado para mim é contra a lei
Que a vila é um reinado
E que pareço dessa vila ser um rei

É que só sei viver brincando
Sou muito alegre e não conheço a tristeza
Ninguém me vê chorando
Porque a vida para mim é uma beleza!

O que acontece Chaves?
De novo você quase me derruba!
Seu Madruga, foi sem querer querendo
É que eu também escorreguei naquela casca
Sim, sisisim, tátátátátá !

Olha professor, que ratinho tão bonitinho
O senhor não acha? Não acha?
Chaves, o que ia fazer com este rato?
Você o estava colocando dentro da sacola de feira de Dona Florinda!
Diga! Estava ou não estava?

E-eu, na na sacola da Dona Florinda? Eu?
Ai meu Deus, Chaves! Vai fazer gracinhas para sua avó ! Tira isso daí !
Ai, ninguém tem paciência comigo !

Aí acontece uma discussão entre Chaves e Dona Florinda