Lembrança de Boiadeiro

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Quem me ver assim cantando
Minha história eu vou contá
Minha vida é um romance
Eu digo e posso aprová

Resorvi viver ausente
De certo tempo pra cá
Deixei minha mãe querida
Na despedida tristonha a chorá

(Ô meus amigos, eu deixei minha família lá no Triângulo Mineiro)

Eu deixei minha família
No Triângulo Mineiro
Onde eu passei minha infância
E o tempo de boiadeiro

Eu comprei grandes boiada
Junto com meus companheiro
Hoje eu vivo aqui distante
Guardei meu berrante pra ser violeiro

(É verdade meus amigos, alembro e tenho saudade daquela companheirada que lutaram junto comigo tocando minhas boiada)

Alembro e tenho saudade
Daquela companheirada
Que sofreu junto comigo
Tocando minha boiada

Fazendo nuvens de poeira
Descendo pelas baixada
Repicando o meu berrante
A todo o instante que o gado estourava

A vida de boiadeiro
Grande saudade me traz
Do Triângulo Mineiro
E do estado de Goiás

Com amor e com carinho
Aqui vai nossa homenagem
Na cidade de Iturama
Estado de Minas mora nossos pais
Na cidade de Iturama
Estado de Minas mora nossos pais


Autor(es): Sabiá / Seresteiro

Canciones más vistas de