Lembranças

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Quando me apresentaram você fiquei tão atrapalhado
Toquei a distância do Roberto um pouco desconcertado
Tudo aconteceu como num sonho
A música, seu mistério, seu ar tristonho
Com seu jeito de tocar, todo eu me dei
Mas logo acordei e me vi sem você e seu piano, como, eu não sei

Lembro das suas mãos naqueles acordes, do romance de amor,
Da serenata de Schubert, do bife, e eu feliz, e com rubor
Começando a vida, eu não tinha nada pra te oferecer
Inseguro nesta lida, não consegui me aproximar de você
Passivo, insisti, mas faltou pontos pra vencer
Você se mudou e eu também
Tudo acabou, ficou por isso mesmo, e tudo bem

A vida e os desencontros, essa distância, me pergunto se está certo
A segurança que eu tenho agora, o que eu não tinha
E você não por perto
Sua música porém, seu estilo me ensinou
Seu tipo um pouco metafísico em mim ficou
Suas brincadeiras, seu jeito simples me cativou
Hoje, somente em sonhos, a sua aparição
Você está somente no meu coração

As portas se abriam e cantávamos com muita emoção
Bebíamos e brincávamos alegres, numa só canção
Sua música porém, seu estilo me ensinou
Seu tipo um pouco metafísico em mim ficou
Suas brincadeiras, seu jeito simples me cativou
Hoje, somente em sonhos, a sua aparição
Você está somente no meu coração

Agora essa estrada não me leva mais a você
Aquela cidade, sua rua, os pássaros, as árvores perderam o porque

Canciones más vistas de

Alberto Costa en Julio