Liberdade, Moto e o Violão

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Tem gente que diz que sou arredia
Que sofro por viver na solidão
Mas se febre de amor vem, me judia
Me cura o compasso de uma canção

Se o amor é tudo de bom
Meu tudo de bom ta na força de um refrão
A alegria eu dedilho e dou meu tom
Só esse amor não provoca confusão

Só esse amor não provoca confusão

Eu não preciso mais razão para viver
Tenho liberdade minha moto e o violão
E pra eliminar de vez qualquer sofrer
Só deixo música brotar em meu coração

Com minha moto vou a todo lugar
E onde eu paro há motivos para cantar
Se o violão não te incomoda
Deixe que eu canto outra moda

Quem canta aos males espanta
É o mais certo ditado popular
Por isso tudo nesse mundo me encanta
E cantando não dá tempo pra chorar

E cantando não dá tempo pra chorar

Eu não preciso mais razão para viver
Tenho liberdade minha moto e o violão
E pra eliminar de vez qualquer sofrer
Só deixo música brotar em meu coração


Autor(es): ALÉSSYA

Las canciones más vistas de

Aléssya en Octubre