Elo da Corrente

Memórias

Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp


Será ausência ou só recordação?
Essa saudade que invade meu coração
Tento me aquecer num dia frio
Relembrar à margem as águas que passaram nesse rio
Tento preencher tanto vazio
Remendar com imagens, palavras, o que minha alma viu
Ou só sentiu, inventou que é pra não sofrer
Porque os olhos só veem o que querem ver
Aqui é tão fácil de se perder
(É a terra dos meus sonhos e memórias)
Guardei tanta coisa e nem sem por quê
(É a terra dos meus sonhos e memórias)

Querer tudo de novo é negação
Não vê que alguns castelos ruirão
Os olhos marejados secarão na hora certa
Essa porta aberta de se opor a escuridão
Pra que o dia seja claro e belo, esqueça os brilhos
Toda história antiga sempre pesa vários quilos
O mundo gira se a gente não respira e guarda as lembranças
O que teremos pra contar para as crianças?
Ciúme, carinho, pimenta e sal
(É a terra dos meus sonhos e memórias)
Retratos de um velho feliz Natal
(É a terra dos meus sonhos e memórias)

Na travessia tenho pensado
Guardado os laços dessa canção
Vivo sonhando meio acordado
Meu lado direito em contradição

Pelas alamedas da história
Reacendo as labaredas da memória
Movendo as da emoção
Cada passo dessa trajetória
Lapidou os traços da oratória
As veredas da razão
Lúdica missão que atravesso no chão
Flores escondidas, nos pés esquecimento
Os dias se vão, mas deixam a sensação
Que tudo ainda vive, mas só no pensamento
A chuva de tadinha no quintal
(É a terra dos meus sonhos e memórias)
E as roupas estendidas no varal
(É a terra dos meus sonhos e memórias)

Tô com essa saudade melhor
Dessa viagem eu conheço as parada de cor
Vou me deixando levar, basta saber retornar
No espaço que eu me lanço com meu módulo lunar
A terra tem meus pés, meu peito agora explode
Feito fogos de artifício censurar já não se pode
Coração que sacode e até transborda
Felicidade, com tempo a gente se recorda
E das coisas feitas com simplicidade
(É a terra dos meus sonhos e memórias)
Sorrisos e abraços pela cidade
(É a terra dos meus sonhos e memórias)