Alex Góes

Menino Listrado

Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

Cercado de montanhas por todos os lados

O vale onde nasceu mais parecia um buraco

Não fosse pelas listras no corpo do menino

Ele era perfeitamente normal e sadio

É que lá naquele vale todos que alí nasciam

Eram vermelhos como o sol ou azuis da cor dos rios

Mas os pais não vacilaram e trataram de esconder

E o pintaram de vermelho pro azul não aparecer

E então ele cresceu sem ter contato com listrados

E depois se convenceu de que ser um era errado

De vez em quando ouvia falar em algum demente

Que não se pintava e gostava de ser diferente

E o rapaz não entendia como é que podia ser

Como é que podia ser listrado e sobreviver

Se todos desejavam para os listrados a morte

E então continuou se escondendo atrás da sorte

Um dia muito cansado resolveu viajar

E foi pro outro lado das montanhas descansar

E chegando simplesmente ele não acreditava

Na quantidade de listrados que alí morava

Não havia alí maldade nenhum vício nem demência

Percebeu que havia vivido em total ignorância

Sem hesitação foi logo tomar um bom banho

E mostrar as suas listras parecia um lindo sonho

E enterrou para sempre o pesadelo medonho

E começou a transformar tempo perdido em tempo ganho

Comece a transformar tempo perdido em tempo ganho


Writer/s: Alex Goes