Rolando Boldrin

Moda do Dente

Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

Tava me alembrando agora,
Do tempo que eu fui banguela
Boca murcha repuxada,
Sem sorrir para as donzela
Ai moço que coisa triste,
É ter a boca vazia
A gente não tem mais gosto,
Nem de puxar cantoria

O destino caprichoso,
Um castigo quis me dar
Eu fui medir força bruta
Com um baita dum marruá
Ele me apinchou no chão,
Bati feio em terra suja
Quebrei a cara inteirinha
E os denti foi di lambuja

Tô com a boca consertada,
Graças ao doutor mateu
Dente emriba dente embaixo,
Mió que os que deus me deu
Nem cobrou pelo serviço,
Entendendo a situação
Sem cantar eu me matava,
Cantar banguela é que não

Hoje eu tô mais bonitinho,
Me falou a graziela
Pois in ante era pouquinho
O que eu sorria prá ela
Agora que nem criança,
Nós gargaia nos namoro
E se rendê as poupança,
Eu implanto um dente de ouro


Writer/s: Rolando Boldrin

The most viewed

Rolando Boldrin songs in October