0800 Crew

Na tua (part. Lubs)

Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

[Lubs]
Se a canção é de amor, cê já sabe o que acontece
Esqueceu que eu sou calor, aí a temperatura desce
O jeito que a gente mexe, minha voz toca no set
O som que cê mais gosta é o que sai quando a gente derrete

Um tal de ninguém cede, se cê quer, então cê pede
Porque minha sede não é contida, isso a gente não mede
Se quer ganhar, só cede, se eu não pedir, quem pede?
Mas o que vai rolar depois ninguém pode prometer

E a noite é uma criança, eu vim a fim da rua
Madrugada dança, eu sou filha da lua
Nem sei aonde eu to, mas pode ser na tua
Sou bem na minha, mas me empresto pra ser sua

Parei pra dançar, cê parou pra olhar
Nem vai demorar pra se enrolar no meu cabelo
Sei desenrolar, cê quis me escutar
A lua a iluminar e eu nuazinha em pelo

Solta, como o vento no cabelo
Me arrepiando o pelo numa nuvem envolta
E eu achando que é segredo, mas é que eu tenho medo
Que a noite dissolva, engulo o desespero e deixo a saudade vir

Porque eu sei que ela volta
Ela volta

[Asiatiko]
Se a canção é de amor... cê já sabe o que acontece
Fiz várias dessas pra ti e todas você merece
Se desse voltava o tempo pra escrever mais ainda
Daria um best-seller dizendo que tu é linda

Nunca gostei de joguinho, se ta com saudade mande
Mulher gosta é de carinho, não é só pensar na glande
Não quero seguir sozinho, espero até que o amor ande
Quero um amor de cinema junto com pipoca grande

Eu nasci pra ser piegas, te paquero enquanto dorme
Tu é criação perfeita, foi feita num brainstorming
Perder é ponto de vista ou só mudança de linha
Pois quem morreu já na praia pode dormir de conchinha

Bota a lingerie de oncinha, hoje to bem leonino
E o segredo do sucesso é saber tocar o sino
Não preciso de cassino, nem ganhar na Mega-Sena
Com você na minha sina, juntos roubamos a cena

Solta, como o vento no cabelo
Me arrepiando o pelo numa nuvem envolta
E eu achando que é segredo, mas é que eu tenho medo
Que a noite dissolva, engulo o desespero e deixo a saudade vir

Porque eu sei que ela volta
Ela volta

[Rodrigo Zin]
Venha ver, venha ver
O que virou essa letra que fiz pra você
Cada palavra de preto esperando você no altar
Cada memória, história, querendo apenas voltar

Não posso dizer que é eterno, mas
Beleza tamanho não há
Mesmo odiando clichê, vou te amar

[Dé Saiyajin]
O que ela acha é lei, então relaxa eu sei
Que ela é mais desejada do que a Sasha Grey
Baixa o tom de voz de todos louco quando passa
Não cobra taxa, não, distribui toco de graça

Sem trapassa humilha a concorrência, se compete, é miss
Certeira na pontaria, ela é tipo Katniss
Me compromete, please, disputada igual Crimeia
Eu na carreira Han-Solo e ela tão Princesa Leia

Mulheres são costelas? Que papo febril
Se isso for verdade, ela é com barbecue
Os lóque confundiu, ela não é Barbie, tio
Passou no meio de cinco, vish, é penta kill

Me nocauteia igual jab, quem conhece percebe
Não se encontra outra igual nem mesmo na deepweb
E eu espero que role com o desencadear dos fatos
Pra que ela me console a nível PlayStation 4