Marcelinho de Lima

Paixão Doída


Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp


Eu quero ver um homem dizer por aí que não chora
Quando um grande amor
Te deixa no abandono e vai embora
O mundo desaba
Tudo se acaba
E ele fica na pior
É um desatino
Um Deus nos acuda é um choro só
Ele vira a noite bebendo e chorando
E de bar em bar vai se embriagando
Vendendo tristeza, comprando alegria
Pagando pra ver
E dentro do peito, o coração se agita
Dá murros de saudade
Sofre chora, grita
Ele entrega os pontos
Louco, bobo e tonto
Que dá dó de ver

Êta paixão doída
Que vai matando aos poucos
Que entra pelas veias
Faz cegar os olhos, é o maior sufoco

Êta paixão doída é um nó que não desata
Tá pra nascer um homem
Pra dizer por aí que dor de amor não mata.


Writer/s: Adriano Bernardes / Sergio Porto

The most viewed

Marcelinho de Lima songs in January