Mamões Transgênicos

Pãozinho


Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

Emprestei minha namorada
Para o meu melhor amigo
Sei que tem uns defeitinhos
Ele acha que é castigo
Ela veio da tasmânia
Não oferece perigo

Já venceu a validade
Não cuidou como devia
Banho todo dia cinco
Com água de bateria
O perfume é pinho sol
Toda noite todo dia

Manequim da ultragaz
Seu pescoço é de socó
Açougueira no iml
Camisola é o guarda pó
O nariz é papa-fila
E as pernas cheias de nó

Refrão quadrada muito quadrada
Mesmo assim não devolveu
Miolo mole casca dura (backin)
Pão de forma mas é meu
Já venceu está vencida (backin)
Já mofou está mofada (backin)
E o desgraçado não comeu
Tem entrada pra careca
O hidratante é vaselina
Ela evita a gravidez
Tomando naftalina
Maquiagem é neocid
O champagne é gasolina

Quando peide ronca forte
Encobre tudo de fumaça
Proprietária de dois dentes
Só escova com cachaça
Um pra segurar charuto
Outro pra abrir garrafa

Ronca feito moto-serra
Tem uma hérnia no peito
Mesmo vencida devolva
Mofada de qualquer jeito
Dá pra outro é qualidade
E encobre seus defeitos refrão


Writer/s: Doreni Tezzari

The most viewed

Mamões Transgênicos songs in January