Sérgio Mendes

Batucada

Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp


A batucada surgiu
Nem um branco ficou
Pois ser branco é ter cor
E pouco amor . . .

Canta amor que é mais branco
Que o sorriso do negro
Que nasceu só sem cor
Cheio de amor

E vai vivendo
Vendo a vida terminar
Chorando tanto
Por quem nunca pôde amar

Mas a vida se vai
E é preciso sambar
Fazer samba é viver
E não morrer . . .

A batucada surgiu, nem um branco ficou
A batucada surgiu, nem um branco ficou
A batucada surgiu, nem um branco ficou
A batucada surgiu, nem um branco ficou

E vai vivendo
Vendo a vida terminar
Chorando tanto
Por quem nunca pôde amar

Mas a vida se vai
E é preciso sambar
Fazer samba é viver
E não morrer . . .

A batucada surgiu, nem um branco ficou
A batucada surgiu, nem um branco ficou
A batucada surgiu, nem um branco ficou
A batucada surgiu, nem um branco ficou . . .