Fado Hilário


Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

Que sina desventurada
me criou só para dois.
Cada ventura sonhada
é desventura maior.

Quantos caminhos cruzados,
ai, a vida terei que andar!
Meus olhos já estão cansados,
ai, doutros olhos procurar.

Ai, já não posso ser contente,
trago a esperança perdida.
Ando perdida entre a gente,
ai, não morro, nem tenho vida.


Writer/s: Luís de Camões, Augusto Hilário

The most viewed

Luís de Camões songs in January