Mano a Mano

Beira do Abismo


Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

Quem não olha por onde vai
Quase sempre pisa em alguém
Quem vive pra dominar
Não domina ninguém
São tantas ruas escuras
Que não dá em lugar nenhum
A não ser, à beira do abismo
Fui andando de bar em bar
E nem vi o tempo correr
Às vezes pergunto a mim mesmo
Como fui me perder ?
Eu andei pelas ruas escuras
Que vão dar em lugar nenhum
Sem saber aonde vão parar
Eu vi tanta gente perdida
À noite inteira a vagar
À procura de amor, à procura de alguém
Querendo a luz na escuridão
Sem carinho, sem razão de viver

Fui andando de bar em bar
E nem vi o tempo correr
As vezes pergunto a mim mesmo
Como fui me perder ?
Eu andei pelas ruas escuras
Que vão dar em lugar nenhum
Sem saber aonde vão parar
Eu vi tanta gente perdida
À noite inteira a vagar
À procura de amor, à procura de alguém
Querendo a luz na escuridão
Sem carinho, sem razão de viver

Eu vi tanta gente perdida
À noite inteira a vagar
À procura de amor, à procura de alguém
Querendo a luz na escuridão
Sem carinho, sem razão de viver uou uou


Writer/s: Mauricio Gasperini / Mauro Gasperini

The most viewed

Mano a Mano songs in January