Garotos de Ouro

Da Ultima Marca

Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp


Eu sinto as esporas fazendo buraco
Tirando cavaco do lombo do chão,
E a china dengosa suspira sonhando
Chora se alinhando no peito do peão (2x)

Quando uma cordeona escramussa berrando
Sonho amadrinhando uma china lindassa,
O vento no campo troteando se espande
Eu sinto o Rio Grande que chega e me abraça;

A gaita se espicha num baile enfezado
Floreando teclado, gaiteiro se embala,
Nos braços da prenda hoje me prancho
Que a poeira do rancho redossa na sala;

Eu sinto as esporas fazendo buraco
Tirando cavaco do lombo do chão,
E a china dengosa suspira sonhando
Chora se alinhando no peito do peão (2x)

Clareia o candieiro no gancho da quincha
Meu pingo relincha bufando lá fora,
Vem a madrugada e o dia chegando
Já me convidando pra nóis ir embora;

Da última marca me vem o palpite
Eu faço o convite com toda paciência,
E a morena linda taureando perigo
Se arranca comigo deixando a querência;

Eu sinto as esporas fazendo buraco
Tirando cavaco do lombo do chão
E a china dengosa suspira sonhando
Chora se alinhando no peito do peão (2x)

The most viewed

Garotos de Ouro songs in April