Vital Lima

Estado de Espírito

Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp


Qualquer amor é possível se estou disposto,
se o caminho é livre,
tanto faz ser torto.
Não use meias-palavras,
não importa o tempo
Só me deixe a trilha e o cio ao vento.
Ô, nada me impedirá de ser meu destino
Nem mesmo as muralhas da China
nem o muro de Berlim
nem bala perdida
nem droga de vida.

Tudo me é transparente
Minha pele é imã, é casca de fruta,
é tua resina...
Sou porta e janela abertas
(Posso ser casulo)
Posso ser teu poço fundo
Ponte da tua coragem para o meu mergulho
ou tua asa para o fim do mundo.


Writer/s: Ronald Junqueiro / Vital Lima