Rolando Boldrin

Faca De Ponta

Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

Faça de conta que faca de ponta
Não de leva em conta nessa história não
Cala-te boca, já falaste tudo
Hoje o surdo-mudo ganha mais tostão
O amor é cego, roto, vagabundo
Que veio pro mundo sem ocupação.
Eu abro o olho, fecho o bico e calo
Não explico, nem falo
Por enquanto não
Eu abro o olho, fecho o bico e calo
Não explico, nem falo
Por enquanto não
Deixa passar, tá de coisa preta
Que já se espalha pro lado de cá
Eu arregaço as mangas da camisa
Eu vou entrar na chuva só pra me molhar.
Por um acaso você viu Maria?
Aquela aparecida, que não apareceu
Ela que andava tão entristecida
Com essa minha vida, com esse jeito meu
Fala pra ela que meu carro canta
Que a viola santa, também percebeu.
Que eu to sozinho nesse mundo torto
E já me sinto morto
E ela me esqueceu
Que a viola santa, também percebeu.
Que eu to sozinho nesse mundo torto
E já me sinto morto
E ela me esqueceu
Deixa passar, tá de coisa preta
Que já se espalha pro lado de cá.
Eu arregaço as mangas da camisa
Eu vou entrar na chuva só pra me molhar.
Eu arregaço as mangas da camisa
Eu vou entrar na chuva só pra me molhar.


Writer/s: Rolando Boldrin

The most viewed

Rolando Boldrin songs in October