Luizinho Andanças

Folclore do Nordeste


Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

"Oxente" menino, chegue mais pra conhecer
O meu nordeste e "arretado" pra valer
Nas asas da águia, um voo imperial
E terra boa, especial

Bumba meu boi, meu boi bumba
Abra passagem pro teatro começar
Caboclo velho reina ao som dos maracas
Dançam os tupinambás em ritual
Na percussão vai seguindo o maracatu
Sob lindo céu azul, no reisado la vou eu
Quero gingar na roda de capoeira
No xaxado levantar poeira
Sou do cangaço do bando de lampião
E danço um frevo no compasso do sertão

"Anarriê" "cumprimento" "camin" da roça
"Oia o túnel" meu amor
Olha a chuva (ê) e mentira (ah)
Vem sanfoneiro alegrar meu "arraia"

Arte das mãos que gera " renda"
E palha e madeira, em barro moldou
Em ricas paginas de um glorioso cordel
Cultura de poeta menestrel
Tempero que o mundo consagrou
Um festival de aroma e sabor
E carnaval, vou sair pra rua
Cair no "batata" no "galo" me acabar
Atrás do trio eu vou... Não me "avexo" não
Sou nordestino de coração

The most viewed

Luizinho Andanças songs in January