Abel e Caim

Laço do Boi Soberano

Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

De São Paulo a Goiás um fazendeiro seguia
O dia estava chuvoso a pista escorregadia
Seu automóvel de luxo na chuvarada rompia
E chegando no rio Grande pra fazer a travessia
Numa forte derrapada saiu fora da estrada
E dentro do rio caía

Lutando desesperado do seu carro ele saiu
O seu grito de socorro de longe um peão ouviu
Galopando seu cavalo o fazendeiro ele viu
Entre as chuvas que caía com firmeza conseguiu
Jogar seu laço ligeiro e laçando o fazendeiro
Arrastou fora do rio ai

O fazendeiro tremendo com a voz entrecortada
Foi agradecendo o peão contando a vida passada
É a segunda vez que vejo minha vida ameaçada
Na minha saudosa infância que sempre será lembrada
Na cidade de Barretos fui salvo por um boi preto
De um estouro de boiada

O peão disse esse boi que o senhor está falando
Há muito tempo morreu, mas a fama vai ficando
E mesmo depois de morto continua lhe salvando
Ele deixou seu valor ai neste meu laço leviano
Este laço é meu tesouro ele foi feito do couro
Do famoso soberano

The most viewed

Abel e Caim songs in April