Laço do Tempo


Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

Todos os momentos reunidos
Tantos versos sem refrão
Forças que navegam do infinito
Para o seio desse chão
Em meu peito o sonho degradado
Já não tem onde dormir
E o reverso e o verso da moeda
Não conseguem decidir...

Mas se o laço do tempo me enrosca
Pros meus sonhos não fecho a porta
Vou tentando pra eu não mentir.
Se não consigo encontrar meu caminho
Vou lutando e quebrando os espinhos
Sei que o sol de um amanhã vai surgir.

Horizonte incerto e em cada passo
Lado a lado a solidão
Rio que transporta o meu sorriso
Afogando o coração
Todos os meus rumos me conduzem
Pra onde não quero ficar
Coisas que vão longe na distância
Podem mesmo não voltar...

Mas se o laço do tempo me enrosca
Pros meus sonhos não fecho a porta
Vou tentando pra eu não mentir.
Se não consigo encontrar meu caminho
Vou lutando e quebrando os espinhos
Sei que o sol de um amanhã vai surgir.


Writer/s: Manuelyto Caribé

The most viewed

Manuelyto Caribé songs in January