Zero Hora

Lobo Solitário

Print songSend correction to the songSend new songfacebooktwitterwhatsapp

Bala de prata, fé no peito, uivos prá te agorar.
Sou forte, brinco até com fogo,
sou hóspede do luar.

Animal feroz, faminto.
Ambição sem direção.
Está cego e decadente, em busca do sal então...

Bala de prata, fé no peito, uivos prá te agorar.
Sou forte, brinco até com fogo,
sou hóspede do luar.

Vê a noite esperando o vazio,
silêncio prá se espreitar.
Confiante no seu caminho.
É tudo que se pode esperar...
Na boca o sangue da caça,
o pavor digno dos filmes de terror.
Destemido e cruel, fiel e no cio,
o lobo está sempre sozinho.


Writer/s: Beto Lobo / Vicente Ferreira