Letras de canciones
Vota: +0


Idiomas
 

Traducción automática
       
NOTA IMPORTANTE El uso de traducciones automáticas suele dar resultados inesperados.
 
Comentarios

Para o filme Ópera do malandro, de Ruy Guerra

Aparece en la discografía de

Desafio do malandro


—Você tá pensando que é da alta sociedade
Ou vai montar exposição de souvenir de gringo
Ou foi fazer a fé no bingo em chá de caridade
Eu não sei não, eu não sei não
Só sei que você vem com five o'clock, very well, my friend
A curriola leva um choque, nego não entende
E deita e rola e sai comentando
Que grande malandro é você
—Você tá fazendo piada ou vai querer que eu chore
A sua estampa eu já conheço do museu do império
Ou mausoléu de cemitério, ou feira de folclore
Eu não sei não, eu não sei não
Só sei que você vem com reco-reco, berimbau, farofa
A curriola tem um treco, nego faz galhofa
E deita e rola e sai comentando
Que grande malandro é você
—Você que era um sujeito tipo jovial
Agora até mudou de nome
—Você infelizmente continua igual
Fala bonito e passa fome
—Vai ver que ainda vai virar trabalhador
Que horror
—Trabalho a minha nega e morro de calor
—Falta malandro se casar e ser avô
—Você não sabe nem o que é o amor
Malandro infeliz
—Amor igual ao seu, malandro tem quarenta e não diz
—Respeite uma mulher que é boa e me sustenta
—Ela já foi aposentada
—Ela me alisa e me alimenta
—A bolsa dela tá furada
—E a sua mãe tá na rua
—Se você nunca teve mãe, eu não posso falar da sua
—Eu não vou sujar a navalha nem sair no tapa
—É mais sutil sumir da Lapa
—Eu não jogo a toalha
—Onde é que acaba essa batalha?
—Em fundo de caçapa
—Eu não sei não, eu não sei não
—Só sei que você perde a compostura quando eu pego o taco
A curriola não segura, nego coça o saco
E deita e rola e sai comentando
Que grande malandro é você

(1985)










 
PUBLICIDAD
PUBLICIDAD

 

LO + EN CANCIONEROS.COM

 

HOY DESTACAMOS
25 años de su muerte

el 08/08/2017

La muestra Yupanqui. Tierra que anda abrió hoy sus puertas en Buenos Aires para rendir homenaje a Atahualpa Yupanqui (1908-1992), padre del folclore argentino, a 25 años después de su muerte y 110 de su nacimiento.

HOY EN PORTADA
Nuevo cancionero y discografía

por Carles Gracia Escarp el 16/08/2017

Flamenco, jazz, poesía cantada, canción de autor, cant d’estil y canción tradicional valenciana, tanto desde su periplo holandés como desde su tierra, todas estas músicas han ido conformando la personalidad artística de Carles Dénia. Una senda musical reunida en Cancioneros por primera vez al completo.

 



© 2017 CANCIONEROS.COM, CANDIAUTOR 2010 SL

Notas legales

Qué es cancioneros
Aviso legal
• Política de privacidad

Servicios

Contacto
Cómo colaborar
Criterios
Estadísticas
Publicidad

Síguenos

   

 

Acceso profesional