CARLINHOS VERGUEIRO



Carlos de Campos Vergueiro (São Paulo, 27 de março de 1952) é um cantor, compositor e produtor musical brasileiro.

Fecha de nacimiento:
27 de marzo de 1952

Sumario
Trovapedia
Canciones compuestas por
Carlinhos Vergueiro
Cancioneros con canciones
de Carlinhos Vergueiro
Más letras en CANCIONEROS
de Carlinhos Vergueiro
Escúchalo en Apple Music



Biografia e carreira



Carlinhos, ainda criança, estudou piano com seu avô Guilherme Fontainha, e já dava concertos aos sete anos, no interior de São Paulo.

O início da carreira veio em 1973, quando, ainda funcionário da Bovespa, lançou dois compactos simples pela gravadora Chantecler. Em 1974 foi lançado Brecha, seu primeiro álbum, ainda em formato LP.

Com mais de 150 canções gravadas, Carlinhos Vergueiro tem parcerias com Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Toquinho, Sueli Costa, J. Petrolino, Paulo César Pinheiro, Elton Medeiros, João Nogueira, Paulinho da Viola, entre outros.

Entre suas composições mais famosas, pode-se citar: "Por que será?", com Vinicius de Moraes e Toquinho (1977); "Torresmo à Milanesa", com Adoniran Barbosa (1980); "Camisa Molhada", com Toquinho (1976); "Como um Ladrão" (1975) e "Nosso Bolero", com Chico Buarque (1986); "Tocaia de Cobra", com Paulo César Pinheiro (1998); e "Dia Seguinte", com J. Petrolino (1978) (gravada por Beth Carvalho), entre outras.

Discografia

  • 1973 - Só o tempo (Dois compactos simples)
  • 1973 - Poeta sem versos/Garra - gravadora Chantecler - Compacto simples
  • 1974 - Brecha - LP - Gravadora Continental
  • 1975 - Só o tempo dirá
  • 1976 - Carlinhos Vergueiro
  • 1977 - Pelas Ruas
  • 1978 - Contra Corrente
  • 1980 - Na Ponta da Língua
  • 1981 - Passagem
  • 1983 - Felicidade
  • 1986 - Carlinhos Vergueiro
  • 1988 - Carlinhos Vergueiro e Convidados
  • 1989 - Idéia Livre - 837582-1
  • 1990 - Minha Cara
  • 1995 - Carlinhos Vergueiro e Convidados - compact disc
  • 1998 - Os grandes sambas da história - incluída a canção "Vendaval" - gravadora BMG/Editora Globo
  • 1999 - Contra-Ataque - Samba e futebol
  • 2001 - Ao Vivo
  • 2004 - Por todos os Sonhos
  • 2005 - Só Pra Chatear
  • 2009 - Mano a Mano – com Guilherme Vergueiro - Trattore
  • 2010 - Contra-Ataque - Samba e Futebol - Relançamento Biscoito Fino [incluindo 3 inéditas]
  • 2010 - Dá Licença de Contar - homenagem aos 100 anos de Adoniran Barbosa - Biscoito Fino
  • 2011 - Nélson para Sempre - homenagem aos 100 anos de Nélson Cavaquinho - Biscoito Fino
  • 2012 - Vida Sonhada - Biscoito Fino
  • 2013 - Paulo Poeta Compositor Cientista Boêmio Vanzolini – homenagem a Paulo Vanzolini - Biscoito Fino

Participações em festivais

  • 1972 - Festival Universitário - TV Tupi - finalista - "Só o tempo dirá";
  • 1975 - Festival Abertura - Rede Globo, 1º lugar com a canção "Como um Ladrão".

Participações especiais

  • 1982 - Almanaque - Chico Buarque - gravadora PolyGram;
  • 1985 - As flores em vida - Nelson Cavaquinho;
  • 1988 - Chico Buarque da Mangueira - gravadora BMG;
  • 1988 - Candeia - Funarte;
  • 1995 - Raros e inéditos - Zizi Possi e Ney Matogrosso - Sesc - lançamento de cd;
  • 1995 - Estácio e Flamengo: 100 anos de samba e amor - Saci;
  • 1999 - Songbooks de Ary Barroso e Chico Buarque.

Produtor fonográfico

  • 1980 - Geraldo Filme;
  • 1985 - As flores em vida - último disco de Nelson Cavaquinho,
  • 1985 - A ópera do malandro - Chico Buarque - filme de Ruy Guerra
  • 1986 - Reunião de sambas inéditos do compositor Candeia.

Apresentações


Família



É filho do ator, compositor e roteirista Carlos Vergueiro, um dos fundadores do Teatro Brasileiro de Comédia, e Zilah Maria Fontainha de Campos Vergueiro (Atriz e museóloga), seu irmão, Guilherme Vergueiro, também é pianista. É pai da cantora e apresentadora Dora Vergueiro e da jornalista Maria Clara Vergueiro, sendo pentaneto do senador Vergueiro, um dos mais influentes políticos do Império do Brasil (1822-1889), e sobrinho-trineto do barão de Vergueiro e visconde de Vergueiro. Também vem a ser pentaneto do barão de Antonina e sobrinho-pentaneto do barão de Ibicuí. Para além disso, é primo irmão de Maria Alice Vergueiro.
 El contenido de este artículo ha sido extraído total o parcialmente de la Wikipedia en portugués bajo licencia Creative Commons.

 










 
PUBLICIDAD
PUBLICIDAD

 

LO + EN CANCIONEROS.COM

 

HOY DESTACAMOS
La compañera de Atahualpa Yupanqui

el 21/05/2020

Fue la mujer que acompañó a Yupanqui durante casi medio siglo. Pese a que era una gran concertista de piano, dejó a un lado su carrera para acompañarlo. Junto a Atahualpa compuso 65 canciones de enorme éxito, como El arriero y Luna Tucumana.

HOY EN PORTADA
28 aniversario de su partida

el 21/05/2020

Hace 28 años, Atahualpa Yupanqui, el máximo exponente del folclore argentino moría en Nimes, Francia, horas después de tener que cancelar un recital. Un virtuoso de la guitarra, un poeta de las cosas simples, un hombre comprometido con sus ideas y con su tierra. Un artista que recién en los últimos años fue merecidamente reconocido por su país.

 



© 2020 CANCIONEROS.COM

Notas legales

Qué es cancioneros
Aviso legal
• Política de privacidad

Servicios

Contacto
Cómo colaborar
Criterios
Estadísticas
Publicidad

Síguenos

   

cancioneros.com/letras
Acceso profesional