HAROLDO LOBO


Fecha de nacimiento:
22 de julio de 1910
Fecha de fallecimiento:
20 de julio de 1965

Sumario
Trovapedia
Canciones compuestas por
Haroldo Lobo
Cancioneros con canciones
de Haroldo Lobo
Haroldo Lobo (Rio de Janeiro, 22 de julho de 1910 — Rio de Janeiro, 20 de julho de 1965) foi um compositor brasileiro.

Nasceu em uma família de músicos. O pai tocava flauta e violão, e seu irmão era compositor e baterista. Fez seus primeiros estudos na escola da América Fabril, onde também estudou teoria e solfejo.

O primeiro trabalho como empregado aconteceu na fábrica de tecidos América Fabril e depois foi guarda da Polícia de Vigilância, onde chegou ao mais alto posto, Oficial de Vigilância. O autor de diversos sucessos carnavalescos era conhecido pelos amigos como clarineta pois cantava num tom que só a clarineta podia alcançar.

Sua primeira gravação foi com Aurora Miranda, em 1934, "Metralhadora" (parceria com Donga e Luís Meneses), música pertinente à revolução constitucionalista. Ainda em 1934 compôs o samba "De madrugada" (com Vicente Paiva), gravado também por Aurora Miranda, na Odeon. A badalada "Juro", conquistou o prêmio da Prefeitura do antigo Distrito Federal, no Carnaval de 1938. Preparava suas marchinhas com um ano de antecedência, aproveitando os fatos políticos e o cotidiano do povo como inspiração.

Seu último trabalho foi "Tristeza", feito com Niltinho Tristeza e lançado em 1965 por Ari Cordovil, a qual ele não chegou a ver executada. Haroldo Lobo morreu em 20 julho de 1965, aos 54 anos.

Alguns de seus trabalhos incluem:

  • "Tristeza" (com Niltinho)
  • "Índio quer apito" (com Milton de Oliveira)
  • "Alá-lá-ô" (com Nássara)
  • "Pistoleira" (com Milton de Oliveira)
  • "O passo da girafa" (com Milton de Oliveira)
  • "Pra seu governo" (com Milton de Oliveira)
  • "Retrato do velho" (com Marino Pinto)
  • "A história da maçã" (com Milton de Oliveira)
  • "Eu quero é rosetar" (com Milton de Oliveira)
  • "Odalisca" (com Geraldo Gomes)
  • "O bonde do horário já passou" (com Milton de Oliveira)
  • "Essa vida não é sopa" (com Wilson Batista)
  • "Emília" (com Wilson Batista)
  • "Retrato do Velho" (com Marino Pinto)
Categoria:Mortos em 1965
Categoria:Compositores do Rio de Janeiro
Categoria:Naturais do Rio de Janeiro (cidade)
 El contenido de este artículo ha sido extraído de la Wikipedia en portugués bajo licencia Creative Commons.

 










 
PUBLICIDAD
PUBLICIDAD

 

LO + EN CANCIONEROS.COM

 

HOY DESTACAMOS
Balance anual

el 31/12/2018

Por séptimo año consecutivo hemos elaborado una lista con los discos imprescindibles del año que se termina. Como cada año no pretendemos pontificar sobre cuáles han sido los mejores. Seguramente habrá tantas listas posibles como aficionados. Esta es sencillamente nuestra lista con la total seguridad que si bien no están todos los que son, sí son todos los que están.

HOY EN PORTADA
20 Festival Mil·lenni

por Xavier Pintanel el 05/01/2019

Pablo Milanés actuó la semana pasada en el Palau de la Música de Barcelona en el marco del Festival del Mil·leni continuando con su gira "Esencia" que inició a mediados de 2018, un concierto sin riesgos, aunque no por ello menor.

 



© 2019 CANCIONEROS.COM, CANDIAUTOR 2010 SL

Notas legales

Qué es cancioneros
Aviso legal
• Política de privacidad

Servicios

Contacto
Cómo colaborar
Criterios
Estadísticas
Publicidad

Síguenos

   

 

Acceso profesional