LUÍS REIS


Fecha de nacimiento:
31 de marzo de 1926
Fecha de fallecimiento:
09 de febrero de 1980

Sumario
Trovapedia
Canciones compuestas por
Luís Reis
Cancioneros con canciones
de Luís Reis
Luís Abdenago dos Reis (São Luís do Maranhão, 31 de março de 1926 — Rio de Janeiro, 9 de fevereiro de 1980) foi um compositor e pianista brasileiro.

Aos seis anos de idade mudou-se com a família para o Rio de Janeiro. Considerado um dos maiores boêmios do Rio nos anos 1960 e 1970, Luis era uma figura sempre presente em todos os bares de piano da Zona Sul carioca. Era conhecido nos meios artísticos pelo apelido de Cabeleira.


Biografia



Iniciou sua carreira profissional em 1943, em Belo Horizonte, inicialmente como pandeirista e depois como pianista do conjunto Dazinho.
Tocava também bateria e violão.
Em seguida, integrou o conjunto Zé do Pistom, apresentando-se em cabarés e escolas de dança. Em 1944, voltou para o Rio de Janeiro, participando, como pianista, do programa Hora do Guri, da Rádio Mauá, época na qual começou a trabalhar como redator de jornal.

Em 1962, gravou seu primeiro LP solo Samba de balanço.

Entre seus parceiros destacam-se Haroldo Barbosa, Nássara e Luis Antonio.

Luis Reis foi um dos "inventores" do chamado Sambalanço, uma espécie de fusão entre o samba de gafieira e a bossa, juntamente com João Roberto Kelly, Denis Brean, Hianto de Almeida e Ed Lincoln entre outros.

Entre as composições mais famosas estão Palhaçada ( também conhecida como Cara de palhaço), Tudo É Magnífico, Fiz o Bobão, Nossos Momentos, Canção da Manhã, Notícia de Jornal, Moeda Quebrada (todas com Haroldo Barbosa), O Leite das Crianças (com Pedro Caetano), e O Bloco dos Sujos.


Discografia



  • 1962 Samba de balanço - Philips
  • 1965 Samba a quatro mãos. (com João Roberto Kelly) - RCA
 El contenido de este artículo ha sido extraído total o parcialmente de la Wikipedia en portugués bajo licencia Creative Commons.

 










 
PUBLICIDAD
PUBLICIDAD

 

LO + EN CANCIONEROS.COM

 

HOY DESTACAMOS
Óbito

el 04/04/2019

La poesía, el mundo de la canción de autor y el de la música latinoamericana en general entonó hoy al unísono "Cuando un amigo se va" en despedida y homenaje a su autor, el cantautor argentino Alberto Cortez, fallecido a los 79 años de edad en un hospital de la capital española.

HOY EN PORTADA
24 Festival BarnaSants 2019

por Joan Carles Martínez el 06/04/2019

La bonaerense Georgina Hassan pasó por la Sala Harlem de Barcelona en el marco del festival BarnaSants en un concierto en el que recorrió un poco toda su discografía con temas de sus trabajos anteriores y también, como no podía ser de otro modo iniciándonos en varios de su último CD Madreselva, donde ha musicalizado a diferentes poetisas argentinas.

 



© 2019 CANCIONEROS.COM, CANDIAUTOR 2010 SL

Notas legales

Qué es cancioneros
Aviso legal
• Política de privacidad

Servicios

Contacto
Cómo colaborar
Criterios
Estadísticas
Publicidad

Síguenos

   

 

Acceso profesional