FRANCISCO BOSCO



Fecha de nacimiento:
05 de octubre de 1976

Sumario
Trovapedia
Textos musicados de
Francisco Bosco
Cancioneros con canciones
de Francisco Bosco

Francisco de Castro Mucci (Rio de Janeiro, 5 de outubro de 1976), conhecido como Francisco Bosco, é um filósofo, colunista, ensaísta, letrista e compositor brasileiro. Bosco é formado em Jornalismo pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso (FACHA) e é doutor em Teoria Literária pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O filósofo é filho do cantor e compositor João Bosco e da artista plástica Angela Bosco.


Biografia e carreira



Francisco foi coordenador da Rádio Batuta, do Instituto Moreira Salles (IMS) e atua na imprensa escrita como colunista e ensaísta. Bosco também atua como escritor, sendo autor dos livros como Da amizade (2003), Banalogias (2007), Alta ajuda (2012), entre outros. Ele trabalhou como letrista em três álbuns da carreira de seu pai: As Mil e Uma Aldeias (1997), Na Esquina (2000) e Malabaristas do Sinal Vermelho (2003).

Em fevereiro de 2015 foi nomeado pelo então ministro da cultura, Juca Ferreira, como presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte). Sob sua gestão foi elaborado o processo de construção da Política Nacional das Artes, com intuito de debater os problemas relativos às políticas para as artes envolvimento os artistas, os produtores de cultura e a sociedade em geral. Um ano e dois meses após assumir a presidência da Funarte, Bosco entregou seu cargo, depois de Michel Temer assumir a presidência da república interinamente e fundir o Ministério da Cultura (Minc) com o Ministério da Educação (MEC). Bosco justificou sua decisão dizendo não reconhecer o novo governo.

Desde março de 2018 integra o elenco fixo do programa Papo de Segunda do canal GNT.


Obras



  • Florestado (Sette Letras, 1996)
  • Atrás da porta (Sette Letras, 1997)
  • Invisível rutilante (Francisco Alves, 1999)
  • Da amizade (Sette Letras, 2003)
  • Dorival Caymmi (PubliFolha, 2006)
  • Banalogias (Objetiva, 2007)
  • E livre seja este infortúnio (Azougue, 2010)
  • Alta Ajuda (Editora Foz, 2013)
  • Orfeu de bicicleta – Um pai no século XXI (Editora Foz, 2015)
  • A vítima tem sempre razão? (Editora Todavia, 2017)
 El contenido de este artículo ha sido extraído total o parcialmente de la Wikipedia en portugués bajo licencia Creative Commons.

 






 
PUBLICIDAD
PUBLICIDAD

 

LO + EN CANCIONEROS.COM
PUBLICIDAD

 

HOY DESTACAMOS
Novedad discográfica

el 08/04/2021

Pecata Beata (Microscopi, 2021) es el tercer álbum como compositora, productora, cantante y clarinetista Carola Ortiz. En este nuevo trabajo la artista catalana musica poemas de Montserrat Abelló, Mercè Rodoreda, Víctor Català y Anna Gual, entre otras escritoras, para celebrar, a través de sus versos, el universo femenino de sus orígenes.

HOY EN PORTADA
26 Festival BarnaSants 2021

por Xavier Pintanel el 27/03/2021

Maria del Mar Bonet y Borja Penalba presentaron su primer disco conjunto el pasado 31 de enero en el Teatre Joventut de L'Hospitalet de Llobregat (Barcelona), en el marco del BarnaSants, un festival que en su intención de ser "confederal" también ha programado este concierto en Palma (Mallorca), València, Balaguer y Castelldefels.

PUBLICIDAD

 

 



© 2021 CANCIONEROS.COM