Letras de canciones
Vota: +0


Idiomas
 

Traducción automática
       
NOTA IMPORTANTE El uso de traducciones automáticas suele dar resultados inesperados.
 
Aparece en la discografía de

Tradição


Conheci uma garota
Que era do barbalho
Uma garota do barulho
Namorava um rapaz
Que era muito inteligente
Um rapaz muito diferente

Inteligente no jeito
De pongar no bonde
E diferente pelo tipo
De camisa aberta
E certa calça americana
Arranjada de contrabando

E sair do banco
E desbancando
Despongar do bonde
Sempre rindo
E sempre cantando
Sempre lindo
E sempre, sempre
Sempre, sempre
Sempre rindo
E sempre cantando

Conheci uma garota
Que era do barbalho
Essa garota do barulho
No tempo que Lessa
Era goleiro do Bahia
Um goleiro, uma garantia
No tempo que a turma
Ia procurar porrada
Na base da vã valentia
No tempo que preto
Não entrava no bahiano
Nem pela porta da cozinha

Conheci uma garota
Que era do barbalho
Num lotação de liberdade
Que passava pelo ponto
Dos quinze mistérios
Indo do bairro pra cidade
Pra cidade quer dizer
Pro largo do terreiro
Pra onde todo mundo ia
Todo dia, todo dia
Todo santo dia
Eu, minha irmã
E minha tia

No tempo quem governava
Era Antônio Balbino
No tempo que eu era menino
Menino que eu era
E veja que eu já reparava
Numa garota do barbalho

Reparava tanto
Que acabei já reparando
No rapaz que ela namorava
Reparei que o rapaz
Era muito inteligente
Um rapaz muito diferente
Inteligente no jeito
De pongar no bonde
E diferente pelo tipo
De camisa aberta
E certa calça americana
Arranjada de contrabando

Sair do banco
E desbancando
Despongar do bonde
Sempre rindo
E sempre cantando
Sempre lindo
E sempre, sempre, sempre

Sempre rindo
E sempre cantando
Sempre lindo e sempre
Sempre rindo e sempre
Sempre lindo e sempre
Sempre lindo e sempre
Me olhando

 










 
PUBLICIDAD
PUBLICIDAD

 

LO + EN CANCIONEROS.COM
PUBLICIDAD

 

HOY DESTACAMOS
Novedad editorial

el 12/11/2020

Cantoras todas. La generación del siglo 21 reúne veinte perfiles de algunas de las voces femeninas iberoamericanas más trascendentes del siglo XXI de Mon Laferte a Rosalía, de Miss Bolivia a Natalia Lafourcade o de Ana Prada a Marta Gómez, cada vez son más las artistas que reflejan el empoderamiento femenino en sus canciones.

HOY EN PORTADA
Novedad discográfica

el 13/11/2020

Magalí Sare y Manel Fortià, a voz y contrabajo, reúnen nueve temas que van de Silvio Rodríguez, Simón Díaz o Henry Martínez, a canciones tradicionales catalanas; con un sello único y una personalidad singular.

PUBLICIDAD

 

 



© 2020 CANCIONEROS.COM