Letras de canciones
Vota: +1


Idiomas
  

Traducción automática
      
NOTA IMPORTANTE El uso de traducciones automáticas suele dar resultados inesperados.
 
Aparece en la discografía de

Espanha camisa branca


Espanha camisa branca de minha esperança
Extinta história que nos abrasa
Chegar-se a ela e contemplá-la
Pombas tentando céus mais estrelados
Onde entender-nos sem destroçar-nos
Onde sentar-nos e conversar

Espanha camisa branca de minha esperança
A negra sina nos acompanha
A negra sina nos quebra as asas
Quisera te dar meu todo, só dou palavras
Que quase sempre acabam em nada
Quando se esvai no imenso mar

Espanha camisa branca de minha esperança
As vezes mão e sempre madrasta
Navalha, barro, cravo, espada
A morte sempre presente nos acompanha
No dia-a-dia, no perde-e-ganha
Enfim nos torna todos iguais

Espanha camisa branca de minha esperança
De face ou verso, doce ou amargo
Que cheira a incenso de cal e cana
Que foi quem destroçou nossas entranhas
Fingiu-nos livres, a vez sem asas
Nos trouce a sede, a fome e a razão

Espanha camisa branca de minha esperança
Aqui me tens, ninguém me mata
Querer-te tanto não custa nada
Nos fazes sempre a tua imagem e semelhança
O bom e o mau de uma esperança
De peregrina à nenhum lugar

(1981)

 










 
PUBLICIDAD
PUBLICIDAD

 

LO + EN CANCIONEROS.COM

 

HOY DESTACAMOS
Testimonio

el 12/07/2018

La sonrisa de Víctor Jara, imborrable en mi memoria, quedó atrás. La fila india de prisioneros —manos en la nuca— siguió su marcha.

HOY EN PORTADA
Festival Grec 2018

por Carles Gracia Escarp el 18/07/2018

Coetus presentó su tercer disco de estudio: De banda a banda (Satélite K, 2018) en la Sala Apolo de Barcelona, en el marco del Festival Grec 2018.

 



© 2018 CANCIONEROS.COM, CANDIAUTOR 2010 SL

Notas legales

Qué es cancioneros
Aviso legal
• Política de privacidad

Servicios

Contacto
Cómo colaborar
Criterios
Estadísticas
Publicidad

Síguenos

   

 

Acceso profesional